Acessos desde 23/09/2001: Contador de visitas
(54) 3462 - 4419 brenok@via-rs.com.br Doutor Breno Green Koff no Facebook

Dr Breno Green Koff





Deiuris - Site jurídico de utilidade pública.
Atende, em termo gerais, as principais dúvidas da população.

Empresa

O Doutor Breno Green Koff, nascido em Garibaldi, RS, no dia 22 de novembro de 1945, filho do exemplar advogado e professor Jamil Koff e da professora Ita Green Koff (In Memorian), casado com Ivone Guarnieri Koff, tem uma trajetória profissional repleta de sucessos, em todas as atividades públicas e particulares exercidas, devotando seu trabalho advocatício para os municípios, seus habitantes, ao Estado e a Nação.

Como o elenco de suas realizações é imenso, abrevia-se o seu currículo, apontando as obras e passagens principais, de sua brilhante personalidade, ímpar e grande talento nato, e inteligência que Deus lhe deu, aliado a sua cultura jurídica e geral, adquirida ao longo de seu incansável labor, a que devota 14 horas por dia, ininterruptamente, incluindo sábados e domingos, sem férias, tendo assim obtido o reconhecimento de cidadão benemérito em 05 de outubro de 2005, nas dependências do poder legislativo de Garibaldi – RS.

Tendo sua sede na galeria Antonio Koff, Rua Julio de Castilhos, 42- Bairro Centro, Garibaldi, RS, atua juntamente com o sócio Zolair Zanchi e Bruno Debiasi Salvi.

1ª Fase 2ª Fase 3ª Fase 4ª Fase 5ª Fase 6ª Fase Fase Atual

  • Ainda como aluno, do segundo grau do Colégio Santo Antônio, dos Irmãos Maristas de Garibaldi – RS, sua liderança nata, já desde jovem, começou a reluzir, sempre voltada para o coletivo e o humanismo. Foi ele, o Dr. Breno, dos 14 anos aos 18 anos de idade, Conselheiro, Secretário e Presidente do Grêmio Estudantil, além de presidente do Centro Cultural Machado de Assis. Para complementar, foi, ainda, presidente da União Garibaldense de Estudantes, onde patrocinou o Primeiro Encontro Estadual de Estudantes do Segundo Grau, realizado no município de Garibaldi, além de ter orientado e inspirado a sede própria da UGES. Também, nesse período, foi colaborador da União Gaúcha dos Estudantes Secundários- Delegado Regional da Agremiação e candidato à Presidência Estadual. Além disso, cumpriu encargo de diretor cultural da União Bentogonçalvense de Estudantes – UBE – Bento Gonçalves, RS – quando estudou um ano no Colégio Mestre Santa Bárbara. Depois desse período, além do Curso Clássico, completou sua formação de técnico em contabilidade, sendo um dos fundadores do escritório-contábil-modelo, depois adotado para os alunos de todos os estabelecimentos de ensino da Congregação Marista.

  • Logo depois, com apenas 18 anos de idade, convidado para o cargo de assessoria especial da Prefeitura Municipal de Garibaldi, quando então Prefeito o Sr. Irani Peterlongo Rosa (In Memorian), desenvolvendo nesse período atividades administrativas, notadamente para criação do Parque Santa Mônica, primeiro parque municipal e regional de lazer comunitário, tendo, inclusive, como permitia a legislação, assumido temporariamente a chefia do Poder Executivo. Na mesma época, começou a exercer atividades jornalísticas, sendo, então, correspondente do Correio do Povo, do Diário de Notícias, correspondente e cronista do Jornal do Dia, onde quase que semanalmente, eram seus trabalhos publicados, enaltecendo e tornando conhecido o nome de Garibaldi e região. Trabalhou, também, na Rádio Difusora Garibaldi e, por um período, na TV Difusora de Porto Alegre. Foi um dos primeiros jornalistas profissionais do Estado do Rio Grande do Sul, inscrito no Ministério do Trabalho sob o nº 098, além de membro do Sindicato dos Jornalistas profissionais e da Associação Riograndense de Imprensa. Dirigiu, temporariamente, o jornal “O Garibaldense”, foi editor do periódico “Brasil em Revista”, bem como do Jornal “Tourpress”, estas últimas com circulação em todo o país. Como jornalista recebeu dois prêmios estaduais, sendo um deles da própria Faculdade de Jornalismo, pelo ineditismo e criatividade de suas reportagens. Mereceu, outrossim, por ter sido o primeiro colocado, dois prêmios estaduais em concursos literários. Paralelamente a tudo isso, possuía escritório de contabilidade e prestação de serviços, além de intensa participação comunitária, em diversas entidades e segmentos do município, cidade e interior e Região, organizando e ativamente participando de dezenas de entidades, destacando-se dentre elas, Secretário e Vice Presidente do Círculo Operário, sócio benemérito da União de Moços Católicos, além de outras, tendo sido fundador e presidente da liga garibaldense de futebol de salão e do Grupo de Teatro Garibaldi, difundindo esta arte em toda a Região Serrana do Estado.

  • Quando ingressou na Universidade de Caxias do Sul, RS, no curso de direito, em 1966, suspendeu, temporariamente, suas atividades jornalísticas e transferiu seu escritório de contabilidade. A partir daí, começou a trabalhar na banca de advocacia de seu falecido genitor, Doutor Jamil Koff, Emérito Advogado, merecendo a inscrição na entidade de classe, como estagiário, e começando, desde então, a exercer a advocacia, exatamente no dia 19 de setembro de 1968, quando elaborou seu primeiro processo, e logo em seguida, em 1969, seu primeiro júri e, a partir de então, até a presente data, continua no exercício da Advocacia. Ainda, na Faculdade de Direito, como aluno laureado, teve importante participação no Centro Acadêmico – Percy Abreu Lima. Além disso, obteve o primeiro lugar, em Concurso Estadual sobre Direito Civil, habilitando-o a uma bolsa de estudos, na Universidade de Coimbra, em Portugal, mas que não teve condições de usufruir. Venceu o concurso de oratória acadêmica, evento com a participação de diversas Faculdades de Direito do Estado. Com a conclusão de grau, com especial destaque por seu currículum acadêmico, paralelamente ao desenvolvimento de suas atividades advocatícias, foi escolhido, pelo Prefeito Acyr Girondi, e assumiu o cargo de Secretário Geral do Município de Garibaldi, onde esteve em exercício nos anos de 1971 a 1973. No município, cumulativamente, foi diretor da Administração, Expediente e Pessoal. Ocupou, desde então, e por mais de 20 anos, o cargo de Representante e Delegado do Instituto Nacional do Livro, do Ministério da Educação e Cultura. Igualmente, exerceu as funções de Presidente e Delegado Regional do Movimento Brasileiro de Alfabetização – MOBRAL– criando um sistema de aprendizagem modelar que foi adotado em nível estadual. Válido mencionar-se que, quando Secretário e também Procurador Jurídico do município, sempre demonstrando seu preparo e poderosa inteligência, além de espírito inovador, apontou falhas que ocorriam nas formas de admissão de servidores públicos, tanto no Estado como no Brasil inteiro, bem como defendeu direitos básicos que não eram estendidos aos servidores, tendo suas teses sido adotadas pelo Departamento das Prefeituras Municipais e pelo Instituto Brasileiro da Administração Pública, o que lhe valeu, então, o reconhecimento e o destaque em todo o território nacional. Assim, foi decisiva a contribuição não só para os servidores de Garibaldi, mas para os das administrações municipais de todo o território nacional, recebendo diversas menções e votos de louvores, por tão significativas idealizações. Exerceu no município, nessa época, o cargo de Presidente do Conselho Municipal de Turismo. Como Membro integrante do Conselho Regional, sempre defendendo a idéia do turismo integrado e participativo, que posteriormente foi acatada pela secretaria de turismo do Estado do Rio Grande do Sul. Também, nesse período, foi presidente da Comissão de Festejos da 5ª e 6ª Semana de Garibaldi, e da Comissão do Centenário da Colonização Italiana, evento bi-nacional. Na iniciativa privada, também, pioneiro na instalação da primeira usina de lavagem industrial, empresa que prosperou, conhecida como BG Lavanderias, com diversas filiais, além de ter gerenciado estabelecimentos comerciais e industriais.

  • Em virtude de seus conhecimentos jurídicos e pelo renome, fruto de seu talento e capacidade, no ano de 1974, recebeu o especial convite para prestar sua contribuição na recém implantada Centrais de Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul – CEASA, onde como consultor, diretor jurídico e assessor especial, realizou notáveis e inovadores trabalhos, estudos e teses jurídicas sobre todo o Sistema Nacional de Abastecimento, que foram e serviram de norte e base para todas as CEASAS do território nacional. Foram de sua autoria, diversos pareceres, todos aprovados pelos órgãos governamentais, e notadamente, ações judiciais até então inéditas nos Tribunais do País, derivadas de controversas instauradas no recém implantado sistema. Recebeu, então, o Dr. Breno Green Koff, tanto da Companhia Brasileira de Alimentos (Hoje CONAB) quanto e especialmente do Ministro da Agricultura, das Procuradorias da União do Estado, os melhores dos reconhecimentos, eis que seus trabalhos jurídicos, até então inéditos, serviram de base para a formação de jurisprudência e de subsídios judiciais para todas as Centrais de Abastecimento, com o que obteve, então, um justo renome nacional na área. Ainda na CEASA-RS, teve efetiva participação em outros segmentos da empresa. Foi um dos fundadores e organizadores da Assoceasa e seu primeiro consultor jurídico, congregando todo o contingente de seu grande quadro funcional. A iniciativa foi aproveitada como exemplo nas demais centrais. Na época inspirou e fundou a Associação dos Produtores; a Associação dos Comerciantes; Associação dos Transportadores; Associação dos Produtores de Banana que congregavam o comércio de hortifrutigranjeiro na região metropolitana. Para auxiliar a exportação de nossos produtos, integrou-se a Câmara de Comércio e Cultura Brasil-Uruguai, ajudando na criação dos mecanismos institucionais dessa entidade, inclusive nos aspectos de exportação e importação. Participou, ademais, da criação da Associação de Indústrias do Bairro Anchieta, Porto Alegre-RS, da qual foi membro, obtendo inúmeros melhoramentos a esse bairro industrial. Foi, na Capital Gaúcha, paralelamente a tudo isso, advogado de diversas empresas, nacionais e estrangeiras, ligadas ao abastecimento. Mas, preocupado, sempre, com a região da Serra Gaúcha, também liderou a abertura da Ceasa na cidade de Caxias do Sul, beneficiando os produtores e varejistas dos municípios da Encosta Superior do Nordeste, bem como da criação do horto mercado em Nova Bassano, RS, inaugurado pelo Ministro da Agricultura, mereceu uma significativa homenagem. É de sua criatividade e inspiração, a conhecida operação denominada “Dois-Toques” (venda direta do produtor ao consumidor), adotada em todos os países da América. Também, nesse período, foi Consultor Jurídico da AJORSUL, Associação dos Joalheiros e Óticos do Estado do Rio Grande do Sul. Elaborou o projeto de lei para a regulamentação da profissão de TÉCNICO EM OFTALMOLOGIA, com o reconhecimento de todas as associações dessa classe do Território Nacional, o que tornou a consagrar. Depois, como assessor parlamentar, esteve ligado e impulsionou diversos projetos e obras para o município e região, destacando-se: Ensinos de Segundo Grau gratuitos, instalação do CESA, implantação de redes elétricas e telefonias, dentre outros e fundamentais benefícios. Foi, outrossim, Assessor Superior para assuntos jurídicos da Assembléia Legislativa do RS, e Conselheiro da Companhia Riograndense de Mineração além de Assessor da Secretaria de Minas, Energia e Comunicação.

  • Mesmo recusando a altos cargos na administração estadual e federal, resolveu por amor à terra natal, retornar à sua banca de advocacia, em Garibaldi, Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e região, que nunca quis abandonar, mesmo que tivesse obtido, tão logo concluiu seus cursos superiores, aprovação em concursos públicos.

  • Em 1984, por tão dedicado, ininterrupto e vocacionado exercício profissional, foi escolhido, em Bento Gonçalves-RS, através de pesquisa popular e nos meios jurídicos, em Efeméride organizada pelos órgãos de imprensa, como o melhor Advogado, recebendo tão significativo e merecido troféu, em grande e inolvidável solenidade que reuniu mais de 1.000 pessoas. Em 1990, foi um dos fundadores da entidade – Associação Giuseppe Garibaldi, conhecida e registrada no município e na Península Ibérica, com a presença da neta de Giuseppe, Sra. Anita Garibaldi.

  • No mês de setembro de 1998, conseguiu sua jubilação no serviço público, na condição de Defensor Público (foi o primeiro defensor público de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, tendo auxiliado, ainda em 1980, a implantar os serviços da gratuidade judiciária em diversos municípios), tido como um dos melhores profissionais da instituição, retornando a sua banca de advocacia, com prestígio em toda a comunidade riograndense, reconhecido que é o dr. Breno, por todos os seus pares. Mas, com toda a certeza, a aura coletiva do Dr. Breno, mesmo que jubilado na função pública, deverá continuar, tendo como planos futuros a organização de uma fundação cultural e instituições de apoio, além de concluir o seu curso de doutorado e reiniciar suas atividades como ensaísta, cronista e escritor. Recentemente, foi o idealizador do Centro Comercial Antônio Koff em homenagem ao seu avô, mantendo harmonia da construção antiga com a moderna, prédio que é referencia e diariamente visitado por dezenas de pessoas. Detém uma das maiores bibliotecas jurídicas particulares do Estado, com cerca de quase 20.000 volumes de obras técnicas e muitas delas raras, que foi cultivando e formando juntamente com seu falecido pai, Dr. Jamil Koff, ao longo de quatro décadas. Tem mais de 200 trabalhos jurídicos publicados em Revistas de Direito, escritas e virtuais, jornais, sendo colaborador de diversos periódicos jurídicos. Atualmente, apenas na Web, tem mais de quatro mil inserções e republicações de seus ensaios. Gestionou a vinda da UCS a Garibaldi, dando início a um curso de Pós-Graduação, com alunos de mais de 10 municípios, bem como, da FISUL, que possui diversos cursos de graduação. Criou, em 2002, um dos primeiros sites jurídicos da Região da Serra Gaúcha, de utilidade pública, elaborado por Luis Gustavo Portinho, o qual, o remodelou (2008) para a atual organização visual e de conteúdo. Em 2003, foi coordenador de seminário jurídico em Garibaldi e região, sobre o NOVO CÓDIGO CIVIL, tendo como palestrantes Sergio Gischkow Pereira, Sérgio Muller, Adélia Koff e José Bernardo Ramos Boeira. No ano de 2004, concluiu o curso de Especialização na Integração Emocional, patrocinado pela Fédération Internationale D’Education Physique. Tem seu nome registrado nos anais da Assembléia Legislativa, Câmara Federal e do Senado em reconhecimento ao seu trabalho humanitário. Essa é, em síntese, um apanhado da magnífica projeção do Dr. Breno, que honra seu município, Região e Estado e País, com sua cultura e talento. Como justa homenagem, por ter destacado o nome de Garibaldi além de suas fronteiras, e pelo trabalho humano e de alta filantropia, a Câmara Municipal do Município de Garibaldi/RS outorgou ao Dr. Breno a maior das condecorações concedidas desde a emancipação, qual seja a de Cidadão Benemérito.